Vanessa Mazza


1

Penny Dreadful e as cartas de Tarô

Vanessa Mazza 18 de junho de 2014

Sempre costumo dizer que quase nunca dão meu nome a personagens ficcionais e quando o fazem, geralmente não aprecio a pessoa que incorpora o nome Vanessa. Qual foi minha surpresa então ao ver uma atriz que admiro, Eva Green, interpretando uma misteriosa e elegante Vanessa Ives, numa Inglaterra povoada por personagens adorados da literatura, como Dorian Gray, Van Helsing,  vampiros, entre outros, tendo como uma de suas ferramentas principais um baralho de Tarô?

Pois de fato é um Tarô e está sendo inclusive vendido, como um mimo da série. É claro que tiveram que inventar novas cartas, seguindo a linha mais de terror da série. Portanto, apesar de ter a mesma configuração, as imagens dos arcanos não são medievais como os de Marselha, nem modernos, na releitura feita a partir do século XX, por Waite e Crowley.

akvekrrwt1q3jwjnspuo

Os Enamorados deixaram de ser um homem e duas mulheres com o anjo do cupido, para se transformarem numa boca prestes a ser atacada por um escorpião.

Vanessa Ives também não interpreta as cartas como um tarólogo profissional faria. Apenas as usa como base de conexão com o mundo que, imagino, seja o espiritual. Afinal, por vários episódios ela tem sido vista “incorporando” entidades, tais como uma médium. No quinto, por exemplo, ela vira duas cartas (a Lua e o 5 de Copas) e isso a faz ter visões de um navio à noite, onde muitas pessoas passaram por grandes sofrimentos. É interessante ver que os personagens encontraram um navio assolado pela peste como representante desse insight. Mesmo usando apenas a intuição, esta interpretação mostrou um pequeno vislumbre dos significados reais dessas duas cartas, a Lua com a noite e seus mistérios, que geram medo e o 5 de Copas, com seu fracasso, decepção e tristeza. Isso fica ainda mais evidente quando vemos o que acontece dentro do navio, mas, não irei contar pois quem estiver acompanhando a série pode considerar isso um spoiler.

O lado negativo é que ainda associam o Tarô a coisas místicas ou supernaturais na série. Vanessa Ives sendo a pessoa mais intuitiva, subjetiva e receptiva do grupo, acaba não refletindo o lado racional que as cartas podem ter também, como fonte de conhecimento intelectual ou para o autoconhecimento. Por isso, vemos os homens, que representam de modo geral a razão, estudando sangue, corpos, mapas, fotografias, símbolos, deixando as cartas de Tarô de lado.

Penny-1.1-Vanessa

Dentro do contexto da série faz sentido, pois os homens sempre tiveram preconceito ao longo dos séculos em relação à divinação pelas cartas, relegando-as à “coisa de mulher”. Felizmente, Vanessa Ives é uma mulher de personalidade forte e independente e está longe de ser uma donzela em perigo, já que ajuda os outros personagens a caçar monstros em noites escuras e assustadoras.

Por isso, a vejo como uma mistura da Sacerdotisa, com seu sexto sentido aflorado e poder de observação, misturado à força e charme de uma Rainha de Paus.

Para quem gosta de contos de suspense e terror, com um toque de espiritualidade e misticismo, irá gostar dessa série. Ela passa pelos canais Showtime e HBO e ainda conta no elenco com Timothy Dalton (ex-007) e Josh Hartnett.

Então, pronto para perguntar às cartas desta Vanessa aqui? Senão, clique na figura abaixo e consulte (em inglês) o Tarot online de Penny Dreadful.

penny-dreadful-tarot-cards-tp_3854217955935316694f

Comments (1)

  1. Pingback: Tarô e Cultura: O Aletiômetro – A Bússola de Ouro | Tarolando

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!