Vanessa Mazza


0

O poder das afirmações positivas

Vanessa Mazza 12 de novembro de 2012

É compreensível a relação que se faz entre pensamento positivo e utopia, até porque geralmente não se conhece os processos corretos de funcionamento da mente. Por isso, muita gente acaba não se beneficiando desse recurso, pois acha que se trata de ficar pensando coisas boas num momento para que, magicamente, elas surjam na nossa vida, sem esforço ou qualquer atitude ou mudança pessoal de nossa parte.

Na verdade, o mecanismo é bastante simples e, sem perceber, já o fazemos, só que no sentido negativo. Por exemplo, uma pessoa que afirma por muitas vezes, ao longo de anos, que para se destacar no mercado de trabalho é preciso trabalhar 12 horas por dia, estará materializando situações nas quais irá tomar decisões e aproximar pessoas que acreditam na mesma ideia. Assim, seus empregadores exigirão que ela trabalhe esta quantidade de horas e, por mais que essa pessoa tente mudar para outros empregos supostamente melhores, ela continuará, meio que condenada, a sempre trabalhar esta mesma quantidade de tempo.

Como esta crença é negativa, posto que nos prejudica – quem trabalha 12 horas por dia não tem muita vida social, falta tempo para o lazer, as atividades físicas, uma boa alimentação, etc – tentamos ao longo da vida sair dela. Porém, como a crença primordial afirma categoricamente que quem trabalha pouco não chega a lugar algum, este indivíduo fica preso a um círculo vicioso.

Aí, ele fica sabendo que por meio do pensamento positivo é possível mudar esta realidade e fica repetindo para si mesmo: “eu trabalho pouco, eu trabalho pouco, eu trabalho pouco.” O problema de uma frase como esta, mal-construída, é que, como a crença dele continua a mesma, ele estará se condenando a perder o emprego ou a ter sua carga reduzida e, automaticamente, seu salário também.

Desse modo, uma pessoa nesta situação deveria repetir: “eu acredito que posso trabalhar naquilo que amo e produzir muito em pouco tempo. Assim, ganho cada vez mais, mantendo a saúde, o lazer e meus relacionamentos sempre em primeiro lugar. Eu acredito firmemente que quem faz o que ama, é mais eficiente e criativo e, portanto, poucas horas de trabalho por dia são suficientes para garantir ótimos rendimentos materiais. Eu faço o que amo e tenho liberdade para fazê-lo, por isso, sou independente financeiramente.”

Esta declaração, quando repetida com convicção, substitui a programação anterior e contribui para que, sutilmente, esta pessoa passe a se atrair por vagas de empregos e profissionais que podem ajudá-lo a conquistar isso, que agora é uma verdade para ele. Fora que também o ajuda a buscar se aprimorar exatamente onde precisa, tendo ideias mais criativas e ficando até mais inteligente.

Ou seja, não é que ele muda magicamente de trabalho, é o foco dele que se altera, fazendo-o enxergar oportunidades onde antes nada via, além de desbloquear as próprias habilidades e capacidades inatas. Afinal, quantas vezes não encontramos soluções para problemas que estavam o tempo todo a nossa frente? Isso acontece porque o que muda é sempre nossa postura, energia e olhar,  que se reflete no mundo exterior e nos passa a falsa impressão de que é a vida que muda, quando somos nós os seus agentes principais.

Assim, você pode simplesmente analisar sua vida criticamente, buscando perceber se o que você tem como realidade é um retrato fiel daquilo que acredita. Se for e estiver lhe prejudicando, escreva frases em forma de declarações que esbocem uma crença nova (vide exemplo acima) cujos resultados serão positivos e, treine seu cérebro para aceitá-las como verdades.

Neste ponto, não importa que você tenha recebido estas crenças primordiais de familiares, amigos, da religião ou da sociedade em geral. O essencial é perceber que você constrói sua vida do jeito como quiser e, mesmo que outros, inclusive aqueles que ama, não tiveram esta percepção e hoje são infelizes, doentes ou pobres, você não é obrigado a ter o mesmo fim.

Se formos pensar bem, antes alguém ter sucesso e ser pleno para ajudar um determinado grupo, do que ficarem todos juntos lamentando o própria destino.

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!