Vanessa Mazza


1

Quando a previsão se torna nociva

Vanessa Mazza 1 de junho de 2012

Quando se compreende que a previsão do futuro que vemos nas leituras de tarô é apenas uma tendência nascida das ações do presente ou ainda do passado que se arrastam até este momento, a mesma não gera nem medo, nem ansiedade, pois a enxergamos como uma miragem no horizonte. Ela parece estar lá, mas ainda não se cristalizou.

Se é uma imagem feliz, nós nos esforçamos por fortalecê-la, dia a dia, com nossas mudanças de atitude e esperanças. Se for negativa, passamos a prestar mais atenção ao nosso comportamento e ao perigo trazido por maus hábitos e acontecimentos externos.

E onde nasce o perigo? Quando nos iludimos ao ponto de considerar esta imagem de futuro algo mais real e presente nas nossas vidas que o próprio instante do agora. Então, se alguém sabe que encontrará outro amor no futuro, o que tem hoje perde o sentido, a força, como já pudesse ser descartado. O mesmo acontece com a previsão de uma gravidez, de uma mudança de casa ou de trabalho, por exemplo. Você fica sonhando com esta nova possibilidade e se esquece que existe um processo para alcançá-la. Ora, se o futuro é o resultado de uma tendência, se você muda seu presente, parando de fazer o que faria normalmente, este futuro automaticamente começa a ser alterado.

Que você modifique seu presente para conquistar um futuro melhor, é válido, se feito conscientemente. Agora, se você passa a criar um ambiente negativo no seu dia a dia pela ansiedade do amanhã, seu futuro tenderá a ser tão frustrante quanto seu presente, posto que o primeiro é consequência do segundo.

Assim, quando receber uma previsão do tarô, lembre-se do seu poder pessoal, do seu direito de escolha e use esta miragem, esta visão, como um guia, tanto daquilo que deve melhorar, quanto do que precisa resolver. Porém, não substitua um tempo pelo outro. Não desperdice seu valioso momento atual com projeções que talvez nunca aconteçam se você ficar apenas fantasiando, ao invés de efetivamente criando.

Tags deste artigo: , , ,

Comments (1)

  1. Pingback: Como lidar positivamente com o que sai na consulta « Vanessa Mazza

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!