Vanessa Mazza


0

O poder curativo dos sonhos

Vanessa Mazza 18 de janeiro de 2012

Nem todos prestam atenção aos sonhos. Alguns porque os bloqueiam a ponto de nunca se lembrarem deles e outros por acharem que são mera perturbação de nosso inconsciente que se “limpa” durante o sono. Seria meio estranho supor que grande parte de nossa mente – muito pouco compreendida e explorada, aliás – possa ser resumida a um monte de imagens sem sentido, apenas porque não temos total clareza sobre ela. Afinal, já dizia Jung que a mente consciente (nossa razão) é muito nova em relação ao nosso tempo de existência no mundo. Uma conquista recente, ele disse, explicando o por que é tão fácil para nós perdê-la a qualquer crise, doença ou choque. Se não fosse assim não teríamos tantos manicômios.

O fato é que eu acredito, pelo bom senso, que deva haver sentido nos sonhos e que, de alguma forma, eles nos auxiliam a resolver problemas do dia a dia ou a lançar uma nova luz ou perspectiva sobre algum assunto, pessoa ou sentimento. Mesmo não sabendo o que cada símbolo no sonho significa, é importante ficar atento a alguns detalhes. Com certeza, se você passar a anotá-los diariamente, pedir para sonhar com a solução de algum dilema antes de dormir e meditar algum tempo sobre o que sonhou depois, muitas respostas virão até você de forma mais fácil e natural.

Por isso, siga este guia e se cure com seus sonhos:

– Sempre preste atenção a sensação que tem ao acordar: é tristeza, determinação, medo?

– No sonho, analise se você está lidando com a situação da forma correta. Tentar matar um dragão com uma colher não parece muito efetivo, não é mesmo?

– Observe se você está no comando ou seguindo outras pessoas. Isso pode revelar seu poder de atuação na vida;

– Repare se ao final do sonho você resolve o problema apresentado por ele. Por exemplo, se tinham bandidos na sua casa, eles fugiram, lhe machucaram, roubaram tudo ou você conseguiu detê-los de alguma maneira?

– Você ficou mais tempo se protegendo e se escondendo no sonho ou tomando atitudes e se expondo?

– Preste atenção ao que você fazia. Muitas vezes os sonhos mostram nossas necessidades mais básicas, como descanso, lazer, criatividade, sexo ou uma alimentação mais adequada;

– Partes do corpo que estejam em evidência, sendo cortadas, sangrando ou com feridas podem sinalizar problemas físicos reais ou, pelo menos, são indicações de questões psicológicas relativas a estas partes. Por exemplo, dentes caindo podem se relacionar a sua comunicação.

E não pense que cada sonho não tem relação com o outro. Muitas vezes, quando não entendemos o sonho de hoje, nossa mente continua repetindo a mesma temática até nossa “ficha cair”, portanto, tente analisar o conjunto de sonhos de uma semana, percebendo como um completa o outro.

Tags deste artigo: ,

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!