Vanessa Mazza


1

Namorados de Final de Semana

Vanessa Mazza 4 de outubro de 2011

Como manter-se longe nem sempre faz bem ao relacionamento

Existe uma crença de que quando convivemos menos, mantemos a “chama da paixão” acesa, pois sentimos mais falta da pessoa e não nos desgastamos com coisas corriqueiras. Porém, imagino como costuma ser irreal aquele namoro de “finais de semana”, que muitas vezes se arrastam por anos, sem evolução.

Tirando as exceções, geralmente estes relacionamentos se baseiam numa ilusão criada pelas máscaras que normalmente usamos quando nos apresentamos em sociedade. Por exemplo, vocês já perceberam como estes namorados sempre estão bem quando se encontram? Isso costuma acontecer porque quando estão doentes ou se sentem mal, não querem sair de casa. Então se apresentam de bom humor, bem vestidos e perfumados. Enfim, passam uma ideia de uma pessoa que não existe 100% do tempo. Será que se estes namorados se vissem doentes, descabelados, sujos, cheios de ira ou tristeza, sem maquiagem, este encanto permaneceria?

Por isso acredito que a convivência seja tão importante. É no dia a dia, frente às mais diferentes situações que podemos analisar se aquela pessoa realmente é nossa “cara-metade”. Afinal, se acontecer uma situação de emergência, como ela agirá? Se ela passar por uma situação difícil, como lidará? Se cometermos um erro, ela será compreensiva ou nos humilhará? Tudo isso é muito importante e não deve ser deixado de lado.

Isto posto, como então conviver sem enjoar e se cansar um do outro? Aí que entra o maior desafio, que é o de nunca acreditarmos que realmente conhecemos o outro, pois não o conhecemos. Todos os dias ele ou ela são estranhos e podem nos surpreender. Enxergue a pessoa como ela é, ouça realmente o que ela diz, tente ver além da máscara, sinta sua energia.

Por fim, não seja dependente dela, nem de sua opinião, nem de sua presença. Seja único e compartilhe, pois o que existe de mais interessante num relacionamento é a forma como dois indivíduos conseguem ser dois e um ao mesmo tempo. Se não houver esta separação, não é um bom relacionamento, pois não há amor quando não permitimos que o outro possa existir sem nossa presença ou anuência.

Ame seu companheiro pelo que ele é e ame-o de perto. Você poderá se surpreender de muitas formas.

Vanessa Taro

Se encontra numa dessas situações? Veja como se consultar – http://vanessamazza.com.br/2012/10/07/consultas-on-line-e-presencial/

Tags deste artigo: , ,

Comments (1)

  1. Pingback: Especial Dia dos Namorados: Artigos para ajudar sua vida amorosa

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!