Vanessa Mazza


0

Como melhorar o clima profissional?

Vanessa Mazza 2 de maio de 2011

Começar um novo emprego é sempre desafiador. Quando ingressamos numa empresa é como se entrássemos literalmente num novo ambiente. Nós imergimos numa complexa rede de relações e energias desconhecidas a nós e que, pouco a pouco, se infiltram no nosso modo de ser.

Isso fica perceptível quando pessoas que trabalham juntas passam a ter o mesmo tipo de dilema, de doença, de relacionamento. Até mesmo os assuntos no refeitório ou durante a pausa para o café são os mesmos… Se alguém, muito observador, passasse a analisar estas ocorrências, poderia ter uma imagem perfeita do que é a verdadeira cultura daquela empresa. E poderia ir além, ao prever os rumos não só dos negócios, como dos indivíduos que lá atuam.

E como isso seria possível? Como é que você, até então um ser humano diferente daquele grupo, em poucos meses de convívio, passa a reproduzir os mesmos assuntos, a ter as mesmas indisposições? Tudo é questão de energia. Sem que você se dê conta, começa a absorver as impressões e modos de vida daquela coletividade. Se a empresa for boa e as pessoas admiráveis, isso é ótimo para você. Porém, se elas estão sempre doentes, infelizes ou reclamando, seguem algumas dicas para você se transformar num foco irradiador de energias curativas:

  • Nosso primeiro erro, ao ingressar numa nova empresa ou setor, é tentar buscar afinidades com o grupo para ser aceito. Tente, antes de qualquer coisa, observar o clima que lá existe e perceber quais são os efeitos que o mesmo causa nas pessoas e na empresa;
  • Independentemente se for positivo ou negativo, veja se isto lhe levará para onde você quer chegar profissionalmente. Se não for, estabeleça seu próprio modo de ação e pensamento;
  • Se sentir um clima negativo, ao invés de reclamar ou concordar com as pessoas, tente ver o lado bom e ressalte isso.

Segundo a tradição oriental – chinesa e egípcia – cada doença representa um determinado desequilíbrio mental/emocional. Observe então alguns tipos de doença que o grupo no qual você está inserido pode manifestar, pois elas têm muito a dizer sobre o ambiente no qual você está:

  • Doenças respiratórias – indicam que as pessoas mantêm postura de vítima. Se pegarem muitos resfriados ou gripes, pode ser que estejam trabalhando demais e anseiem por uma folga;
  • Doenças gastrointestinais – se forem no estômago, demonstram que o indivíduo internaliza sentimentos de raiva e revolta por não conseguir controlar tudo. Também indicam sobrecarga de trabalho e falta de comunicação entre os setores. Se forem no intestino, como prisão de ventre, representa que a pessoa “guarda” consigo a dificuldade em resolver dilemas e insatisfações;
  • Doenças renais – quando os rins são atingidos, pode significar muita tristeza, lágrimas que, metafisicamente, por não terem sido vertidas, se acumulam nos rins virando infecções, cólicas e pedras;
  • Aumento de peso- sugere que a pessoa está se defendendo de alguma coisa. A camada extra de gordura vem como uma autodefesa para que a pessoa aguente as diversas pressões (e até mesmo críticas) que recebe diariamente.

Se você percebe que existe a incidência dessas doenças no grupo e você começa a manifestá-las também, fique alerta! Isso demonstra que você já começou a se alinhar com aquelas mesmas posturas. Portanto, ao invés de culpar a empresa ou alguém, entenda que isso é apenas um ponto de vista e trabalhe para sair dele. Assim, você poderá ter sucesso onde está, se manter saudável e influenciar positivamente os outros.

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!