Vanessa Mazza


0

Não tema demais o futuro

Vanessa Mazza 20 de abril de 2011

Depois que paramos para pensar, pode até parecer óbvio, mas no dia-a-dia, isso nos escapa: passado e futuro são projeções da nossa mente. Sim, por mais fortes que sejam nossas impressões, tudo não passa de lembranças ou projeções que acumulamos aos montes em nossa mente, nos dando a falsa sensação de que passado e futuro estão aqui, no aqui-agora, quando na verdade não estão. O pior é que, no caso do futuro, nos tornamos muito ansiosos e/ou temerosos, pois colocamos muita certeza de que situações que não queremos que ocorram irão surgir independentemente da nossa vontade. Além de ficarmos paralisados no tempo presente, deixamos crescer um sentimento tão perturbador que acaba inevitavelmente nos levando na direção oposta ao que queremos.

Vamos pegar um exemplo simples. Imagine que você recebeu o encargo de dar uma pequena apresentação no seu emprego na semana que vem. Pronto, tudo o que você estava fazendo fica em suspenso, pois você não consegue parar de pensar em quanto será difícil falar para aquelas pessoas. Você se imagina falando e esquecendo as palavras, reflete que se não for bem, sua promoção deixará de acontecer. Então, durante uma semana, você come distraidamente, não relaxa, não dorme bem, fica disperso durante suas atividades diárias e não consegue montar uma boa apresentação, pois tudo aquilo que pensou não parecia bom o bastante. Aí, você acaba cometendo alguns erros por causa da distração que o fazem se sentir mal consigo mesmo, tirando ainda mais sua confiança. Chega o dia, você se atrasa, pois se esquece de regular o alarme, não dá tempo de se arrumar bem e aquilo que você tinha planejado, você de fato esquece. Neste momento, pelos erros cometidos na semana, mais sua dispersão no momento da apresentação, já está desacreditado pela empresa. Então, as pessoas não lhe dão uma boa acolhida. Com dificuldade, você faz uma apresentação muito aquém das suas capacidades e acaba perdendo aquela que parecia sua grande oportunidade.

Percebeu o que aconteceu? Você passou uma semana inteira preso a um acontecimento que não existia. Se, por outro lado você tivesse programado um horário para montar sua apresentação e continuasse a trabalhar normalmente, só prestando mais atenção no dia anterior para ver se não estava esquecendo nenhum detalhe, você com certeza estaria mais calmo e confiante e poderia até mesmo se sair muito bem, principalmente se ao longo da semana repetisse para si mesmo o quanto este convite demonstra que você é bom, pois se não fosse, obviamente não teria sido escolhido.

Esse exemplo acima é um convite à reflexão. Perceba quantas horas do dia você perde projetando o futuro. Experimente utilizá-las construindo o presente. Afinal de contas, o futuro é a materialização dos seus atos no agora.

Tags deste artigo: , , ,

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!