Vanessa Mazza


0

Série Sobre os Egos – Qual é o Seu? – Introdução

Vanessa Mazza 22 de junho de 2007
Buscando inspiração na filosofia grega, principalmente em Platão, Freud estudou o conceito de Ego – introduzindo-o no linguajar comum da população leiga – dizendo que este é o resultado da mistura entre o inconsciente e a realidade exterior que se vale da percepção consciente de cada um.
O Ego é, portanto, a ponte de ligação entre essas diversas tendências interiores e exteriores que ele não só tenta assimilar como também conciliar. Podemos, então, perceber que este nosso “eu” do qual o Ego faz parte é singular (apesar de apresentar similaridades com outros indivíduos), pois se definiu com a somatória de diversos fatores e experiências (inclusive de outras existências, para aqueles que acreditam) e, principalmente, no bom ou mau uso do livre-arbítrio. Em outras palavras, é assim que construímos nossas personalidades.Neste ponto pergunta-se se existe diferença entre personalidade e individualidade.

Segundo Osho, um dos gurus indianos do século XX, personalidade é aquilo que foi imposto pela sociedade e pela educação e individualidade é aquilo que nós somos verdadeiramente e que carregamos ao longo das várias existências.Então, se poderia afirmar que o Ego, fonte de nossa personalidade atual, é algo que, combinado ao conceito do amor-próprio, nos impede de enxergar a Verdade com toda a sua clareza e que nos vicia em tipos de postura e comportamento que, ao invés de nos unir aos seres humanos, só nos afasta.

Isso acontece porque, na maioria das vezes, não reagimos de maneira adequada aos acontecimentos exteriores e não preenchemos as nossas necessidades inconscientes. Vamos, por conseguinte, criando desequilíbrio e tensão, encontrando válvulas de escape e desculpas ou distorções da realidade, nas quais nos escondemos e nos acomodamos, de modo a continuar vivendo com um mínimo de equilíbrio.
Pensando nisso, resolvi criar a Série dos Egos, baseada em parte pelos Arcanos Maiores do Tarô(*), para que as pessoas, ao se reconhecerem em um deles, possam entender melhor os mecanismos que as levam a sofrer ou a reagir mal aos acontecimentos.

(*)Cada Arcano Maior, com sua vasta e complexa simbologia, carrega em si características específicas ligadas às personalidades das pessoas que podem ser facilmente identificáveis mesmo dentro do contexto do mundo atual.

Tags deste artigo: , , , ,

Deixe um Comentário

Login to your account

Can't remember your Password ?

Register for this site!